quarta-feira, 3 de agosto de 2016

"Robinson não me deve nada", diz Lula em convenção do PT

Petista discursou por mais de meia hora para o público presente no bairro de Candelária.
Em convenção do Partido dos Trabalhadores (PT) realizada na noite desta terça-feira (2) aqui em Natal, o ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva falou por 35 minutos, e disse que o atual governador do estado, Robinson Faria (PSD) não lhe deve nada.
Segundo o petista, o atual governador do RN, não lhe pediu apoio nas eleições de 2014. No entanto, o ex-chefe do estado brasileiro, cansado dos antigos políticos do Rio Grande do Norte, resolveu apoiar a candidatura de Robinson por decisão própria. 
"Ele não me deve nada", afirmou.
Sobre o fato de o governador apoiar o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, Lula  disse que gratidão era uma palavra que Robinson se referiu a ele como quem nunca esqueceria, mas na primeira oportunidade esqueceu. 
"Eu tentei falar com ele e com o filho dele, mas eles não atenderam as minhas ligações", explicou.
Lula disse que o PT é um partido jovem com apenas 36 anos, e que este motiva a população a fazer política. Ele criticou as oligarquias presentes no RN, e acrescentou que o deputado estadual Fernando Mineiro é o mais preparado para a cadeira de chefe do executivo municipal.
"Mineiro você é o cara", disparou. 
De acordo com Lula, Mineiro começa a campanha de 2016, dando lição com o pioneirismo do político, na questão do orçamento participativo. Onde é decidido diretamente com o povo onde gastar os orçamentos das cidades. 
"Política começa na rua, no bairro e na cidade". "Orçamento participativo atende a palpites em que gastar o dinheiro público de toda a população, e isto é ótimo", explica. 

Do alto dos seus 70 anos, Lula disse que impeachment contra Dilma é injusto, e contraria a decisão alcançada nas urnas por 54 milhões de brasileiros que votaram nas eleições presidenciais. O petista lembrou ainda que para o ano de 2018 faltem apenas dois anos, deixando claro que pode concorrer novamente ao cargo na presidência da república. 
fonte:nominuto


Nenhum comentário:

Postar um comentário