sexta-feira, 22 de março de 2019

Delação que pode atingir Fux faz STF ligar sinal vermelho


Ex-assessor do ministro pode ter recebido dinheiro indevido. ( Foto: © DR )

Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a ligar o sinal de alerta nesta quinta-feira (21), ao saber de rumores de que um dos ministros do tribunal pode ser atingido de forma indireta em uma delação premiada feita pelo empresário Jacob Barata para a revista Veja, que publicou um trecho nesta sexta-feira (22), segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Conhecido como ‘rei do ônibus’ do Rio de Janeiro, Barata contou que um ex-assessor do ministro Luiz Fux teria sido o destinatário de milhões de reais em propina para influenciar em uma decisão judicial em 2011, segundo a colunista. O delator revelou ter ouvido do presidente da Fretranspor na época, José Carlos Lavouras, que precisava retirar dinheiro do caixa para repassar a um assessor do ministro, para influenciar em uma decisão do magistrado. Atualmente, Lavouras vive em Portugal.
O assessor é José Nicolao Salvador e foi demitido do gabinete de Fux em 2016 porque aparentava ter um padrão de vida incondizente com seu salário. Ele nega ter recebido qualquer recurso.

ANUNCIE AQUI LIGUE: 
99433-5589. Acesse Email: xuadoagreste@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário