sexta-feira, 20 de março de 2020

Governo corta 158 mil do Bolsa Família em meio a covid-19; 61% são do NE


Foto de divulgação

O Ministério da Cidadania começou ontem a pagar a folha do mês de março aos beneficiários do programa Bolsa Família. Ao contrário da promessa de ampliar o programa em meio à crise social gerada pela doença covid-19, o governo federal fez um corte de 158.452 bolsas.

O Nordeste voltou a ser a região mais afetada. Dos 158,4 mil benefícios a menos em março, 96.861 (ou 61,1% do total) foram retirados justamente da região que responde por metade dos benefícios totais do país.

Cortes aumentam miséria:

O doutor em Economia Social e pesquisador do Bolsa Família, Cícero Péricles de Carvalho, diz estar surpreso com a folha de março e com a explicação dada pelo ministério, já que o momento exigiria uma rápida ação para aumentar a renda das famílias pobres. "Impressiona que, num momento em que todos os países afetados pela epidemia estão ampliando suas políticas sociais como forma de enfrentar os impactos da crise nos setores mais pobres da população, o governo brasileiro reduza a cobertura no seu mais eficiente programa de combate à pobreza", opina. Ele critica o fato de a maioria dos cortes ocorrer justamente no Nordeste. "A região tem apenas 27% da população


fonte:Uol

ANUNCIE AQUI LIGUE: 
99433-5589. Acesse Email: xuadoagreste@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Candidato a prefeito Flávio de Beroi (MDB) realiza caminhada com quase 15 mil pessoas pelas Ruas de Nova Cruz neste domingo 27 de setembro 2020.

  O que era pra ser uma inauguração de um comitê de campanha na tarde deste domingo 27 de setembro na cidade de Nova Cruz tornou-se uma verd...