terça-feira, 14 de março de 2017

José Adécio sobre a insegurança no RN: “Governador precisa arregalar os olhos”

O parlamentar também falou sobre a precariedade no sistema público de saúde no Rio Grande do Norte
O deputado estadual José Adécio (DEM) disse que o governador Robinson Faria (PSD) precisa “arregalar os olhos” para a situação da insegurança no Rio Grande do Norte e que vai tentar falar com o governador antes de fazer um pronunciamento sobre as mensagens governamentais enviadas à Assembleia Legislativa recentemente.
As mensagens, entre outros temas, tratam da previdência, ponto questionado pelo servidores. “O que for bom para a sociedade, independentemente de orientação partidária, eu votarei favorável. O que eu entender que prejudica o povo votarei contra”.
José Adécio ainda falou sobre a precariedade no sistema público de saúde no Rio Grande do Norte, relatando que pouco tempo antes da sua fala no plenário da Assembleia desembolsou mais R$ 1.500,00 para pagar três exames de uma conterrânea. “Não é papel de deputado fazer isso, é função do governo, mas o governo não faz. Mesmo sendo um deputado de governo, não tive a mínima condição de resolver como deveria ser resolvido, por meio do atendimento público”, criticou.
O parlamentar lembrou ter 41 anos de vida pública, tendo sido prefeito de Pedro Avelino, secretário de Estado por duas vezes e conquistado oito mandatos de deputado estadual. “Tenho experiência e por isso posso dizer que o governador Robinson precisa pensar. As mensagens apresentadas pelo governo tem algumas indefensáveis, tem outras que até os deputados governistas terão dificuldade para votar a favor”, disse.
Para José Adécio, “são inadmissíveis algumas coisas que estão se passando no governo Robinson e é preciso que os deputados mais chegados mostrem a ele o caminho. Dois mil e dezoito está chegando e nós precisamos renovar os nossos mandatos”, disse o deputado, ressaltando que gostaria de ver o plenário da Casa Legislativa com diversos deputados jovens, a exemplo de Jacó Jácome, voltando a dizer que poderá ser candidato, em 2018, a outro cargo que não seja o que ocupa atualmente.
Único deputado eleito três vezes como “Parlamentar do Ano” pela imprensa potiguar, José Adécio foi enfático quando falou sobre a insegurança no Estado. “O governador não precisa abrir os olhos. O governador precisa arregalar os olhos. Na minha região, a Região Central, a situação está insustentável. Explodiram o Banco do Brasil de Pedro Avelino, explodiram o Banco do Brasil de Afonso Bezerra, o mesmo aconteceu com a agência do Banco do Brasil de Lajes. Isso é injustificável, intolerável”, desabafou. E convocou os demais deputados: “Precisamos cobrar, com veemência, providências do governo. Será que a polícia está tão desaparelhada? Será que não tem mais controle?”
José Adécio terminou sua participação dizendo que tentaria uma audiência com o governador Robinson Faria, antes de fazer um pronunciamento, na próxima semana, sobre as mensagens governamentais enviadas à Assembleia. “Não quero cometer injustiças. Vou conversar com o governador antes de tecer comentários mais aprofundados. Sou um político ético, leal, sério e respeito não apenas os eleitores que sempre confiaram e confiam em mim, como toda a população do meu Estado”.
fonte:agorarn
ANUNCIE AQUI LIGUE: 
99433-5589. Acesse Email: xuadoagreste@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário