terça-feira, 15 de agosto de 2017

Municípios de Tacima, Caiçara e Logradouro, realizam a tradicional Festa da Pedra Pão de Açúcar neste terça feira 15 de Agosto 2017

Com uma parceria entre os Municípios de Tacima, Caiçara e Logradouro, a tradicional Festa da Pedra Pão de Açúcar aconteceu durante todo o dia desta terça-feira 15 de Agosto.

O evento que acontece na Pedra pão de açúcar, em Tacima, município localizado há pouco mais de 140 km de Distância da Capital Paraibana, João Pessoa e há cerca de 112 km da capital do Rio Grande do Norte, Natal, ocorre anualmente no dia em que a igreja católica celebra a Festa de Nossa Senhora da Boa Morte, também conhecida como Nossa Senhora da Assunção, realizada no local há mais de um século.

A programação da Festa contou com Procissão da imagem de Nossa Senhora Da Boa Morte trazida pelos fieis da Matriz da cidade de Caiçara até o local do evento onde foi celebrada uma missa pelo padre Heriberto Gomes,em seguida teve um louvor e orações, cavalgada vinda de varias cidades circulo vizinhas, Moto romarias,ciclistas além de apresentações culturais. No local do evento teve banheiros químicos, tendas, e praça de alimentação. O acesso à Pedra teve uma melhorada para facilitar a chegada dos turistas e visitantes.
 Pela sua formação rochosa, a Pedra é um atrativo a parte. Ao longo do dia centenas de pessoas fizeram uma caminhada até o topo, num percurso de mais de 350 metros de subida. A pedra oferece ainda, condições perfeitas para a prática de esportes de aventura, como rapel e escalada, além da caminhada ecológica.

Sobre a festa
A Festa da Pedra começou a se realizar nos primeiros anos do século XX, no dia 15 de agosto, dia de Nossa Senhora da Boa Morte, e existe mais de uma versão para a sua origem. A mais detalhada foi narrada por José de Arnaldo Mendonça que ouviu de sua bisavó, Clemência Guilhermina.
Segundo o pesquisador, historiador e Professor caiçarense, Jocelino, tudo começou com um homem identificado como Manoel Sertanejo. Sua História conta, que certa feita ele foi cortar lenha no dia de Nossa Senhora da Boa Morte, mesmo contra a vontade de sua esposa, que alegava ser dia santo. Quando estava cortando a lenha passou mal. Sentindo-se que poderia morrer, fez uma promessa à santa; dizendo que se escapasse faria da madeira um cruzeiro, depois o colocaria no alto da pedra e sempre rezaria no local. Manoel realmente não morreu naquela ocasião e cumpriu a promessa até o fim dos seus dias.

A história de Manoel tornou-se conhecida na cidade e depois que ele faleceu a viúva procurou o então, Padre Aprígio, para que ele mantivesse a tradição, rezando uma missa no dia da santa. Padre Aprígio atendeu ao pedido e a partir daí todo dia 15 de agosto passou a sair uma procissão da Igreja Matriz em direção à Pedra, evento religioso que ocorre até hoje.
com informações do blog do mago
ANUNCIE AQUI LIGUE:  
99433-5589. Acesse Email: xuadoagreste@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário